Atender pacientes por meio de planos de saúde traz inúmeros benefícios para o negócio. Mas você sabe como escolher o convênio médico mais adequado para credenciar a sua clínica? 

O credenciamento oferece uma série de vantagens, como visibilidade para o negócio, aumento do número de pacientes e maior fluxo de caixa. No entanto, é preciso planejar e ponderar alguns critérios antes de escolher, afinal, o mercado oferece inúmeras opções de operadoras de saúde.

Pensando nisso, listamos, neste post, 4 dicas fundamentais para escolher o convênio médico ideal para o seu negócio. Confira!

1. Avalie necessidades da clínica em relação ao convênio médico

Entre decidir credenciar a clínica a um plano de saúde e fazer o cadastramento, é preciso planejar. A oferta de convênios é farta e, obviamente, não é possível contar com todos, por isso, é importante escolher aqueles que estão alinhados com as necessidades da clínica.

Nesse sentido, o primeiro passo é conhecer o público-alvo, mapeando suas necessidades, o perfil socioeconômico, entre outros fatores. Além disso, vale observar a cobertura dos planos oferecidos pelo convênio, regras sobre carência, lesões preexistentes etc. De nada adianta se credenciar a um convênio que não cobre exames por imagem, ou determinados procedimentos, se esses forem o carro-chefe do seu negócio.

Outro ponto relevante é a área de abrangência. A menos que a expansão esteja nos planos da clínica, é melhor se concentrar nas opções de sua região, filtrando a busca pelas localidades atendidas.

2. Conheça com quais tipos de plano o convênio trabalha

As operadoras de planos de saúde oferecem diversas modalidades de convênio, que, de acordo com o perfil dos pacientes atendidos em sua clínica, podem ser mais ou menos interessantes para o seu negócio.

Individuais

Muito procurado pelos pacientes, especialmente jovens e idosos, esse tipo não é comercializado pela maior parte das operadoras. Por isso, há uma carência deles no mercado.

Familiares

Esse tipo de convênio permite a inclusão de familiares como dependentes, em geral, cônjuges e filhos. Se a sua clínica atende crianças, por exemplo, é fundamental se credenciar a um plano que ofereça essa opção.

Coletivos

O planos coletivos são feitos por adesão. O contrato da operadora é feito com pessoas jurídicas que representam um grupo com o qual tenham algum tipo de vínculo, como associações e sindicatos. Têm sido uma alternativa à carência de planos individuais. 

Empresariais

Trata-se do plano oferecido por empresas aos seus colaboradores. Se a sua clínica fica em uma área comercial por exemplo, ele é fundamental. 

3. Pesquise referências entre as empresas

Depois de mapear as operadoras de interesse para a sua clínica, é importante levantar informações sobre elas. Para isso, um caminho pode ser conversar com médicos e gestores de clínicas que já fizeram o credenciamento, fazendo uma extensa pesquisa de mercado. 

Procure descobrir os valores repassados por procedimentos e consultas, bem como entender como funciona o fluxo e quão burocrático ele é. 

Outra opção é verificar como anda a imagem de cada operadora com os seus usuários, checar reclamações e opiniões nas redes sociais, e conferir o índice de qualidade e satisfação dos clientes, disponibilizado no site da ANS. Essa análise visa a garantir um bom relacionamento com o paciente atendido na clínica, por meio do plano de saúde. 

4. Verifique o apoio dado às clínicas e aos profissionais

Por fim, dê atenção aos diferenciais oferecidos pelo plano aos profissionais e clínicas credenciados. Como é feito o atendimento? Qual o suporte técnico e administrativo oferecido? São ágeis na resolução de problemas? 

Saber como é o relacionamento entre operadora e credenciado, na prática, é muito importante. 

Oferecer o convênio médico certo pode fazer a diferença entre o seu público, não só atraindo mais pacientes, como também contribuindo para a imagem da clínica e a melhora da experiência do cliente. 

Se você gostou deste artigo, que tal se aprofundar um pouco mais no assunto lendo sobre “Convênios e parcerias: o diferencial para atendimento ao cliente“?

consultor-telemedicinaPowered by Rock Convert