A telemedicina é a troca de informações clínicas por meio de recursos tecnológicos para lugares onde a distância é um fator impeditivo. Sendo assim, essa prática inovadora traz benefícios tanto para os profissionais de saúde quanto para os pacientes.

As estratégias utilizadas pela telemedicina englobam atendimento por videoconferência, capacitação de profissionais por meio de cursos a distância, discussão de casos clínicos complexos com especialistas no assunto, entre outras possibilidades.

Agora que já entendeu o conceito, vamos apresentar, abaixo, 4 vantagens da implantação da telemedicina. Acompanhe conosco! 

1. Tele-educação para melhoria dos serviços

O que antes era um desejo, hoje é possível! Os profissionais clínicos ficavam frustrados porque precisavam atualizar seus conhecimentos, mas não dispunham de tempo e recursos financeiros para frequentar cursos presenciais.

Atualmente, é possível acompanhar as novas descobertas da medicina, os métodos diagnósticos mais precisos, as técnicas cirúrgicas mais recomendadas e outras tantas atividades por meio do acesso aos cursos virtuais.

Trata-se da tele-educação, que utiliza a internet e outros recursos tecnológicos para disseminar os conhecimentos e melhorar o atendimento aos pacientes.

2. Emissão de laudos radiológicos a distância

A emissão de laudos radiológicos a distância é outra vantagem propiciada pela telemedicina. Com softwares específicos, é possível enviar e receber laudos de forma informatizada e segura.

Além disso, as imagens são nítidas e nada diferem do modelo tradicional, a não ser pelo fato da entrega ser muito mais rápida. As empresas terceirizadas que realizam esse tipo de serviço contam com radiologistas experientes e em número suficiente para atender as diversas demandas.

Assim, com o resultado radiológico obtido de forma mais rápida e enviado diretamente para os médicos, será possível iniciar o tratamento medicamentoso e evitar complicações clínicas maiores.

3. Facilidade de comunicação entre médicos e pacientes

A comunicação entre médicos e pacientes foi positivamente influenciada pelo advento da telemedicina. Por meio dessa prática, é possível trocar mensagens pelo telefone celular, ouvir recomendações médicas ou enviar os resultados dos exames laboratoriais obtidos.

Esse comportamento aproxima os envolvidos, facilita a integração das informações clínicas e inova nas comunicações em saúde, sem deixar de lado as boas práticas da relação terapêutica entre ambos.

A inovação nesse atendimento é tão interessante que, hoje em dia, é possível acessar as informações clínicas e medicamentosas do paciente em qualquer lugar, desde que esses dados estejam armazenados na nuvem.

4. Tele-consultas como alternativa assistencial

As tele-consultas podem ser vistas com uma alternativa segura e efetiva para os pacientes que necessitam da opinião de um especialista. Os profissionais médicos que conseguirem realizar essa atividade poderão aperfeiçoar as consultas e garantir um atendimento diferenciado.

Para que essa ferramenta funcione adequadamente, é preciso domínio dos sistemas que favorecem as consultas virtuais e a utilização de sistemas que possam transmitir em tempo real os sintomas clínicos manifestados pelos pacientes. Além disso, é desejável que os dados clínicos estejam completos e sejam compartilhados eficientemente para possibilitar uma consulta virtual integralizada.

A telemedicina é uma prática clínica que aliou os recursos tecnológicos existentes a uma demanda de pacientes que estão distante geograficamente. Além disso, suas ferramentas têm propiciado outras vantagens igualmente importantes, tais como a tele-educação, consultas virtuais, emissão de laudos a distância e facilidade de comunicação com os pacientes.

E você, curtiu nosso post de hoje? Quer ficar por dentro das nossas atualizações? Então, siga-nos no Facebook, TwitterLinkedIn e acompanhe nossas postagens!

Facebook Comments