A prova de função pulmonar é um exame simples, indolor e não invasivo. Além disso, é importante para a investigação de doenças respiratórias. O aparelho utilizado para examinar o paciente chama-se espirômetro.

Durante o procedimento, a pessoa respira com a ajuda de um bocal conectado ao espirômetro, enchendo os pulmões de ar e soprando em seguida. Apesar de ser um procedimento simples, a realização desse exame é essencial, ainda mais em ambientes de trabalho.

Quer saber por que a prova de função pulmonar é tão importante? Então acompanhe este texto!

Reconhece doenças pulmonares

A espirometria analisa se a quantidade de ar inspirada pelo paciente é bastante para sua capacidade corporal ou se existe algum empecilho durante a respiração. A partir dessa análise, é possível detectar algumas doenças, como:

  • doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
  • asma;
  • bronquite;
  • enfisema pulmonar;
  • pneumonia.

Identifica alergias causadas por medicamentos

Às vezes, o paciente tem uma alergia respiratória não identificada, que pode ter como causa remédios usados no tratamento de outras doenças.

Na prova de função pulmonar, os dados do paciente são captados por um computador e comparados com valores médios previstos, levando em conta fatores como idade, sexo, altura, entre outros. Por isso, as comparações podem ser eficazes para diagnosticar alergia a algum medicamento.

Avalia os efeitos do tabagismo

Segundo o documento Tabagismo e Saúde nos países em desenvolvimento, até 2020, o tabagismo será a maior causa de morte prematura no mundo. No Brasil, nos dias atuais, são aproximadamente 200 mil mortes anuais derivadas do uso de tabaco.

A espirometria é um exame importante para ajudar a reverter esses números, pois avalia precocemente os efeitos do cigarro e pode prevenir o aparecimento e o desenvolvimento de doenças causadas pelo tabagismo, como a DPOC.

Analisa a gravidade de doenças já diagnosticadas

Além de prevenir e identificar problemas pulmonares, a prova de função pulmonar também consegue avaliar a gravidade de doenças já diagnosticadas. Após isso, o médico pode indicar se o tratamento do paciente está adequado ou se é preciso mudá-lo. Também é possível continuar avaliando os efeitos da medicamentação.

Previne doenças ocupacionais

A espirometria é um dos principais exames periódicos utilizados para avaliar o estado físico do trabalhador e tem grande demanda nas clínicas de saúde ocupacional. Alguns profissionais são expostos a substâncias poluentes e precisam fazer a prova de função pulmonar para o diagnóstico de possíveis doenças ocupacionais.

Com o resultado do exame, caso exista alguma alteração na função pulmonar do colaborador, a empresa pode realocá-lo e rever as condições de trabalho às quais ele estava exposto. 

O uso da telemedicina na prova de função pulmonar

O laudo da espirometria deve ser feito por um médico especializado em pneumologia. Por não ser uma especialidade muito popular, nem sempre é fácil contar com esse profissional em todas as clínicas.

Uma alternativa a essa carência de especialistas é a telemedicina. Dessa forma, a prova de função pulmonar pode ser feita por técnicos ou enfermeiros treinados, e o laudo, realizado por um pneumologista, será fornecido a distância, em até 24h.

A telemedicina pode reduzir consideravelmente os custos de uma clínica de saúde ocupacional, que não precisa ter uma equipe de médicos especialistas de prontidão e terá os laudos armazenados para sempre, podendo ser consultados a qualquer momento.

Gostou de saber mais sobre a prova de função pulmonar? Então confira nosso artigo que explica como fazer uma espirometria de qualidade!