Se você tem uma clínica de medicina do trabalho ou medicina ocupacional, provavelmente sabe que focar na atividade principal do seu negócio é um dos seus maiores desafios, mas você não pode esquecer de outras áreas como, por exemplo, a área de custos e do impacto que elas têm no seu resultado. Pensando nisso, este post tem traz para você dicas incríveis para fazer o gerenciamento de custos na sua clínica e as vantagens que isto pode trazer para você.

Conheça os seus gastos

Antes de mais nada, para você gerenciar os seus custos, é preciso conhecer os gastos de sua clínica de forma detalhada. Isto pode ser feito utilizando planilhas eletrônicas ou softwares de gestão, que lhe ajudarão a saber para onde estão indo os recursos financeiros do seu negócio.

Monitorando os seus gastos será possível saber qual é o gasto total com pessoal ou ainda com despesas administrativas, necessárias para o funcionamento da clinica e com isto você terá várias possibilidades para o processo de tomada de decisão.

Utilize soluções inteligentes

O detalhamento dos gastos também serve para que você possa cortar ou substituir determinados valores que estão tendo um impacto muito grande no seu resultado. Você poderá, por exemplo, utilizar soluções que substituam a emissão de laudos e que deixem este processo mais rápido, fácil e barato.

Este tipo de serviço irá permitir economia nos seus gastos, já que elimina a necessidade de manutenção de um corpo clínico dedicado à emissão de laudos e, além de tudo, torna o processo mais ágil e o fluxo de informações muito mais fácil e seguro, já que a geração e o armazenamento das informações são eletrônicos.

Utilize ferramentas financeiras

Outra forma de gerenciar os custos é a implementação e uso de ferramentas financeiras como, por exemplo, o fluxo de caixa. Neste tipo de ferramenta é possível, além de conhecer de forma detalhada os seus custos, saber o quanto sua clínica terá de recursos disponíveis no final de um determinado período.

Além disso, o fluxo de caixa, quando utilizado da maneira projetada, irá auxiliar a conhecer suas disponibilidades e saídas para o futuro permitindo, assim, um melhor planejamento e uso do dinheiro conforme as necessidades da clínica.

Fique de olho nos impostos

O gasto com impostos costuma ser uma grande dor de cabeça nas empresas, independentemente do tipo, mas especificamente quando falamos de clínicas de medicina do trabalho ou de medicina ocupacional é preciso ter um cuidado especial na hora de decidir qual o melhor tipo de tributação, ou seja, aquele que possibilitará pagar, dentro dos limites legais, menos imposto.

Para isso, utilize os serviços de um contador e busque com base no seu faturamento e tipo de sociedade, a tributação que se adequará mais ao seu negócio e que lhe oferecerá economia tributária.

Nestes post você viu que para gerenciar os custos da sua empresa é preciso conhecer, de forma detalhada, os seus gastos, utilizar soluções inteligentes que permitam diminuir os seus custos e ainda ficar de olho nas finanças com o uso do fluxo de caixa. Não se esqueça também das economias que podem ser feitas com os tributos e que representam um gasto substancial em sua clínica.

E você, dono de uma clínica de medicina do trabalho ou de medicina ocupacional, já conhece nossas soluções para o seu negócio que, além de otimizar seus processos, podem diminuir seus custos? Caso você tenha dúvidas ou comentários não se esqueça de deixá-los para nós!

Facebook Comments