As novas tecnologias aplicadas ao atendimento hospitalar têm revolucionado muito o relacionamento entre médicos e pacientes. Nesse contexto, entra a telemedicina, revolucionando a comunicação, de forma mais dinâmica e agilizada.

Telemedicina é o uso de tecnologias de comunicação e de informação para realizar a prestação de serviços e treinamento em saúde, seja para provedores de assistência médica ou para pacientes.

Neste artigo, vamos discutir sobre a telemedicina, como é seu funcionamento e a importância da tecnologia nesse processo. Então, acompanhe o nosso texto!

Qual a importância da telemedicina?

A telemedicina é fundamental para ampliar o acesso aos serviços de saúde, principalmente para aqueles que moram em cidades menores. Nesses lugares faltam recursos e profissionais da área que sejam qualificados, muitas vezes, eles contam apenas apenas com um clínico geral.

Essa tecnologia pode ser utilizada em benefício dos médicos, por meio da educação contínua e do treinamento a distância. Hoje é possível levar as grandes novidades do mundo aos profissionais que trabalham em áreas de pouco desenvolvimento científico, sem que eles precisem se deslocar. 

Como funciona a telemedicina?

A telemedicina atua em três frentes: a teleassistência, a teleducação e a emissão de laudos à distância. Falaremos separadamente de cada uma, para que você possa compreendê-las melhor. Acompanhe:

  1. Teleassistência: é a monitorização do paciente em seu próprio domicílio ou centro de saúde local por um médico, que se comunica com outros profissionais à distância. É ideal para obter uma segunda opinião com especialistas de todo o país, especialmente nas situações de emergência;
  2. Teleducação: o foco dessa frente é o profissional de saúde que não está nos grandes centros urbanos. Com a telemedicina é possível capacitá-lo e atualizá-lo, por meio de videoconferências, programas de reciclagem e seminários.
  3. Emissão de laudos à distância: é o ramo da telemedicina que mais cresce no país. Exames realizados em qualquer lugar podem ser laudados por especialistas de centros de referência e enviados por meio da internet. Após serem avaliados, o especialista emite os laudos médicos digitais.

Como a telemedicina beneficia o atendimento hospitalar?

Atualmente, a telemedicina já é praticada em hospitais e instituições de saúde de todo o país, que buscam outras instituições de referência para consultar e trocar informações.

Por meio dela é possível manter um registro de todos os exames do paciente que foram realizados no hospital, que pode ser acessado a qualquer momento e de qualquer lugar. 

É importante destacar que todos os exames realizados recebem uma assinatura digital de cada médico que foi solicitado para avaliá-los. Isso garante mais segurança ao paciente sobre o serviço que está sendo prestado.

Além disso, pode ser extremamente vantajosa para os centros de saúde, uma vez que reduz drasticamente alguns gastos. Nesse tipo de serviço, paga-se pelos exames que forem enviados para análise, e não pelo tempo de trabalho do profissional.

Agora que já definimos o conceito, o funcionamento e as vantagens da telemedicina, é importante avaliar as oportunidades que ela oferece. 

Os menores centro urbanos, onde a demanda por recursos e profissionais especialistas é grande, e a oferta é baixa, são excelentes locais para implementar a telemedicina. É um benefício mútuo, tanto para a população, que terá mais acesso, quanto para as empresas que oferecem o serviço.

Gostou deste conteúdo? O que achou da aplicação da telemedicina no atendimento hospitalar? Entre em contato conosco para saber mais!

Facebook Comments