A emissão de laudos médicos é uma das principais atividades de clínicas e hospitais que realizam centenas de exames diariamente e é um ponto crucial para o bom funcionamento desses estabelecimentos. Os gestores da área de saúde buscam alternativas para organizar e otimizar esse processo, garantindo um bom fluxo dentro das unidades de saúde.

Porém, de nada adianta emitir muitos laudos se eles não forem elaborados com qualidade. A emissão de bons laudos médicos é a base para o diagnóstico preciso e garante que um exame não tenha que ser repetido desnecessariamente.

Acompanhe o post e conheça algumas dicas para fazer bons laudos médicos!

1. Facilite o acesso às informações do paciente

O médico, ao realizar um laudo, analisa as informações presentes no exame para chegar a uma conclusão diagnóstica. Os achados dos exames podem ter significados diferentes de acordo com:

  • o histórico do paciente;

  • seu perfil;

  • suas doenças associadas.

Por isso, para a realização do laudo, o médico precisa ter acesso fácil e rápido às informações pertinentes do paciente, tais como:

  • sintomas e sinais clínicos apresentados;

  • exames de laboratório;

  • exames de imagem anteriores, para análise comparativa.

Um sistema de gestão para clínicas que integre o prontuário do paciente, exames e laudos pode facilitar esse acesso.

2. Cheque os componentes do laudo médico

Para ser considerado completo e claro, com informações que subsidiem a análise por todos os profissionais de saúde que o lerão, um laudo médico precisa ser elaborado com alguns componentes específicos. É interessante criar listas de verificações para checagem antes da emissão final do laudo.

Os componentes que integram o laudo são:

  • motivo da solicitação do exame;

  • nome completo do paciente;

  • clínica e médico solicitante do exame;

  • outras informações pertinentes do paciente (idade, peso);

  • técnica utilizada para o exame;

  • descrição detalhada do exame;

  • hipótese/impressão diagnóstica.

3. Faça exames de qualidade

A qualidade dos laudos médicos depende também da qualidade do exame realizado, especialmente no caso de diagnósticos por imagem. Falhas de qualidade na captura de imagens podem gerar dificuldade na descrição do exame e até mesmo impressão diagnóstica errada.

Alguns fatores que podem comprometer a qualidade do exame são:

  • utilização de aparelhos ultrapassados para sua realização;

  • paciente mal posicionado ou se mexendo durante o procedimento;

  • falta de preparo e desatualização do técnico responsável.

4. Terceirize os laudos online

A emissão de laudos médicos à distância tem sido a solução para diversas clínicas que desejam gerir melhor seu fluxo de laudos e atingir sua demanda sem atrasos. A terceirização de laudos online é feita por empresas que contam com médicos especialistas na emissão de laudos, a partir dos exames enviados pela internet.

Essa prática diminui o número de pessoal necessário dentro da clínica e o tempo de espera para a emissão de um laudo, além de garantir segurança e satisfação para os pacientes.

Terceirize agora seus laudos médicos através da Mais Laudo

5. Treine sua equipe

Não adianta contar com muita tecnologia e com as melhores práticas se sua equipe não está preparada para lidar com essa rotina. Por isso, é preciso treinar os colaboradores da clínica, não só nas tarefas específicas de cada um, como a emissão de laudos, mas também num atendimento de qualidade.

Por sinal, o erro humano é um dos grandes problemas na realização de qualquer tipo de exame. É bom lembrar que a emissão dos laudos não depende apenas de fatores técnicos, mas de pessoas competentes e capazes.

Dessa forma, realize treinamentos gerais e específicos periodicamente. A reciclagem também é fundamental para se atualizar processos e conhecimentos sobre novas tecnologias.

6. Otimize processos

Ainda que uma clínica ou laboratório funcione bem, sempre há como melhorar. Portanto, analise todos os processos para a realização dos exames e emissão dos laudos. Pode ser que apenas um detalhe ou etapa reduza a eficiência de todo o trabalho.

Assim, reduza o tempo das tarefas e organize profissionais. Além disso, use a tecnologia a seu favor. O importante é saber reconhecer erros e corrigi-los em tempo hábil, de modo a minimizar qualquer impacto negativo.

Se necessário, estabeleça novas rotinas e metas e crie indicadores para medir o desempenho no cumprimento dos objetivos. Processos bem estabelecidos podem tornar a emissão de laudos bem mais efetiva.

7. Mantenha o prontuário atualizado

No prontuário, devem estar todas as informações do paciente, como últimos diagnósticos, tratamentos e medicamentos. E é a partir dele que são feitos os laudos médicos. Por isso, é tão importante que ele esteja atualizado e bem detalhado.

Uma forma mais rápida e eficiente de manter o prontuário em dia é disponibilizá-lo online. As informações podem ser inseridas sempre que acontece um novo atendimento e acessadas quando for necessário, de qualquer dispositivo e em qualquer lugar.

Isso facilita bastante a emissão dos laudos, inclusive à distância. Um médico pode acessar as informações do prontuário de um paciente em outro lugar ou instituição, sem prejuízo na qualidade do documento. Pelo contrário, o acesso remoto pode ser decisivo para o sucesso de um tratamento.

8. Melhore o fluxo de informações

Com uma equipe bem preparada e processos bem organizados, é possível melhorar o fluxo das informações utilizadas para a confecção dos laudos. Assim, crie rotinas para os pedidos, a emissão e a entrega dos resultados. Uma forma de tornar esse fluxo mais eficiente é a digitalização.

Com a emissão de laudos online, todos os dados do paciente ficam sempre disponíveis, podendo ser acessados de qualquer lugar ou dispositivo. Com isso, fica mais fácil obter as informações dos pacientes utilizadas no preenchimento dos laudos.

9. Utilize a telemedicina

A telemedicina é o conjunto de recursos tecnológicos que permite a troca de informações à distância. É uma forma eficiente de trocar conhecimentos e enviar documentos para outros lugares, sobretudo em casos de urgência ou quando o atendimento não é possível em determinado momento.

Ela também pode ser bastante aproveitada na produção e emissão de laudos, uma vez que favorece o envio de dados a outros locais. Ou seja, um exame pode ser realizado em um lugar, com o laudo sendo emitido em outro.

Essa tecnologia possibilita diagnósticos e tratamentos muito mais rápidos, uma vez que os resultados podem ser acessados por especialistas em diferentes localidades. É uma maneira tanto de agilizar a entrega quanto de melhorar a eficiência dos processos de produção de laudos médicos.

Emitir bons laudos médicos é essencial para manter o nome e a reputação da clínica, garantir a qualidade de atendimento e diminuir o retrabalho. Essa qualidade é proporcionada pela terceirização de laudos online e a implantação de novas rotinas e tecnologias, que também trazem mais eficiência e menor custo para o processo.

Agora, que você entendeu como o uso de tecnologia e a otimização de processos podem trazer benefícios para sua clínica, conheça outras maneiras de melhorar o atendimento. Veja como a telemedicina pode trazer mais qualidade aos pacientes.

Facebook Comments